Serviços Imobiliários

Produtos e Serviços para Construção e Segurança de Edificações

A segurança de edificações é altamente discutida e avaliada dentro do setor de construção civil. Mais do que garantir a eficiência dos prédios, os profissionais envolvidos na construção precisam olhar pela vida das pessoas que frequentarão aquele espaço.

De uma fábrica de tapetes a um projeto residencial, a segurança das edificações deve ser tida como prioridade máxima durante o desenvolvimento de um projeto arquitetônico e a execução de uma obra.

Entenda o que é a segurança de edificações, quais são os profissionais responsáveis por ela e quais os principais serviços e medidas adotados antes e após a entrega do prédio para mantê-lo seguro.

O que é segurança das edificações?

A segurança das edificações é um tema de extrema importância, uma vez que as construções são locais onde as pessoas passam grande parte de seu tempo. 

Essa segurança pode ser abordada em diferentes aspectos, tais como prevenção de incêndios, proteção contra desabamentos, segurança elétrica, instalação de concertina, entre outros. 

No que se refere à prevenção de incêndios, é fundamental que as edificações possuam sistemas de detecção de fumaça e alarmes, além de rotas de fuga bem sinalizadas e acessíveis. 

Além disso, os materiais de construção devem ser escolhidos de forma a minimizar a propagação do fogo, utilizando materiais resistentes ao fogo nas paredes e tetos. 

Já em relação à proteção contra desabamentos, por exemplo, é importante que a estrutura da edificação seja projetada de forma segura e resistente, utilizando materiais de qualidade e respeitando as normas técnicas e de segurança. 

Por fim, é importante ressaltar que a segurança das edificações deve ser vista como uma responsabilidade de todos, desde o proprietário do imóvel até os usuários do espaço. 

É fundamental que as pessoas estejam conscientes dos riscos e das medidas de segurança que devem ser adotadas em caso de emergência, como por exemplo, evitar o uso de elevadores em caso de incêndio e utilizar as rotas de fuga indicadas.

Profissionais responsáveis pela segurança predial

Assim como os especialistas de uma fábrica de tinta emborrachada cuidam para que o produto não seja prejudicial à saúde dos trabalhadores e clientes, por exemplo, os profissionais da construção civil se encarregam de garantir que a edificação seja segura.

Conheça os envolvidos nesse processo, quais as responsabilidades de cada um e como eles impactam na estabilidade das construções.

Arquiteto

O primeiro profissional envolvido na segurança das edificações é o arquiteto, responsável pelo projeto da edificação. 

Ele deve levar em consideração diversas normas e regulamentos que visam garantir a segurança da construção, como a ABNT NBR 9050, que trata da acessibilidade, e a ABNT NBR 14432, que estabelece os requisitos para as escadas de emergência. 

Além disso, o arquiteto deve projetar os sistemas de segurança contra incêndio, como sprinklers e alarmes, e garantir que haja saídas de emergência suficientes e bem sinalizadas. 

Um arquiteto é responsável por garantir que as edificações sejam funcionais, estéticamente agradáveis e seguras para seus ocupantes. Ele coordena todo o processo de construção da contratação das empresas de terraplenagem à finalização do design de interiores.

É ele quem define a distribuição dos espaços internos e externos, as dimensões dos ambientes e a localização de escadas, elevadores, saídas de emergência e outros elementos que garantem a segurança da edificação. 

O arquiteto deve se certificar de que as normas e regulamentos estão sendo seguidos e de que a construção está sendo realizada de acordo com o projeto.

Engenheiro Civil

O engenheiro civil também é um profissional essencial na segurança das edificações, pois é responsável pela análise estrutural da construção e pela definição dos materiais e técnicas de construção que garantam a estabilidade e resistência do edifício. 

Ele deve garantir que a edificação seja capaz de suportar as cargas a que está sujeita, como ventos, chuvas e sismos, e que as fundações e estruturas estejam em conformidade com as normas e regulamentos. 

Esse profissional é essencial para a segurança das edificações, pois é responsável pela análise estrutural da construção e pela definição dos materiais e técnicas de construção que garantam a estabilidade e resistência do edifício. 

Ele deve analisar o solo e definir a melhor estrutura para a construção, considerando as características específicas do terreno e da edificação. 

Engenheiro Eletricista

O engenheiro eletricista é um profissional responsável pela concepção, planejamento, projeto, execução e manutenção de sistemas elétricos em diversas áreas, como edificações, indústrias, telecomunicações, entre outras. 

Na área de edificações, ele é essencial para garantir a segurança elétrica do edifício e de seus ocupantes, da mesma forma que a locação de retroescavadeira garante que o local da obra seja devidamente preparado para receber o prédio em solo estável, além de um espaço seguro também. 

Outro papel importante do engenheiro eletricista é garantir a integração dos sistemas elétricos com outros que fazem parte da edificação, como o de proteção contra incêndio, que também conta com a barra antipânico, e o de segurança. 

Ele deve dimensionar corretamente os circuitos elétricos, definir a melhor distribuição de cargas, projetar sistemas de proteção contra sobrecarga e curto-circuito e garantir que as instalações estejam adequadamente aterradas. 

Além disso, o engenheiro eletricista também é responsável por projetar sistemas de iluminação eficientes e seguros, definir a melhor localização para interruptores e tomadas, e avaliar a eficiência energética da edificação. 

Engenheiro Hidráulico

Assim como a instalação de um sistema ves, a concepção, planejamento, projeto, execução e manutenção de sistemas hidráulicos em diversas áreas, como edificações, infraestrutura urbana, recursos hídricos, etc., deve ser feita por um profissional capacitado. 

O engenheiro hidráulico garante que as instalações hidráulicas e sanitárias da edificação estejam em conformidade com as normas e regulamentos, dimensionando corretamente as tubulações, as caixas de inspeção, os reservatórios de água, entre outros. 

Também é responsável por garantir a integração dos sistemas hidráulicos com outros da edificação, como o elétrico e o de proteção contra incêndio. 

Outro papel importante do engenheiro hidráulico é avaliar a eficiência energética da edificação, levando em consideração o consumo de água e o tratamento de esgoto. Ele deve propor soluções sustentáveis para a utilização dos recursos hídricos na edificação.

Bombeiro

Os bombeiros devem estar aptos a realizar vistorias técnicas nas edificações, avaliando as condições de segurança contra incêndio e identificando possíveis riscos e falhas nos sistemas de proteção. 

Eles também devem estar preparados para atuar em caso de sinistros em residências ou fábricas de bornes e conectores elétricos, por exemplo, utilizando equipamentos e técnicas adequadas para combater o fogo e proteger as pessoas e o patrimônio. 

Principais serviços para segurança das edificações

Agora que você já compreendeu quem são os profissionais envolvidos em toda a segurança das construções, acompanhe para conferir quais são os principais serviços e processos necessários para garantir a integridade dos prédios e das pessoas que os frequentam. 

Vistorias técnicas

As vistorias técnicas são inspeções realizadas por profissionais habilitados, como engenheiros, arquitetos e bombeiros, com o objetivo de avaliar as condições de segurança da edificação. 

Durante a vistoria, são avaliados diversos aspectos, como a estrutura da edificação, os sistemas elétricos e hidráulicos, os de proteção contra incêndio, entre outros. 

As vistorias técnicas funcionam como uma ferramenta fundamental para garantir a segurança das edificações, pois permitem identificar possíveis riscos e falhas nos sistemas de proteção, o que possibilita a adoção de medidas preventivas para minimizar os riscos. 

Manutenção preventiva

A manutenção preventiva é um conjunto de ações programadas que visam prevenir possíveis problemas e falhas em equipamentos e sistemas da edificação. 

Essas ações são planejadas e executadas de forma periódica, com o objetivo de detectar e corrigir falhas antes que elas se tornem mais graves. 

A manutenção preventiva impacta diretamente a segurança das edificações, pois a falta de revisão pode levar a problemas graves, como falhas nos sistemas de proteção contra incêndio, vazamentos de água, queda de energia elétrica, entre outros. 

A manutenção preventiva também ajuda a prolongar a vida útil dos equipamentos e sistemas, além de evitar gastos desnecessários com reparos emergenciais e substituição de equipamentos. 

Treinamentos e orientações

Existem diversos treinos e orientações que impactam diretamente a segurança das edificações. Dentre os principais, podemos destacar: 

  • Treinamento de brigada de incêndio;
  • Treinamento de primeiros socorros;
  • Treinamento de uso de equipamentos de proteção individual (EPIs);
  • Orientações de segurança elétrica;
  • Orientações sobre a utilização correta dos extintores.

Esses treinamentos e orientações são fundamentais para garantir a segurança das edificações, pois capacitam as pessoas a agir de forma correta e segura em caso de emergência, prevenindo danos e preservando a integridade física das pessoas e dos bens.

Gerenciamento de riscos

O gerenciamento de riscos é um processo que consiste em identificar, avaliar e controlar os riscos associados a uma atividade ou operação. 

O processo de gerenciamento de riscos envolve a identificação dos riscos associados à edificação, avaliação do grau de perigo, implementação de medidas preventivas e planos de contingência para reduzir o risco de ocorrência de incidentes. 

A implementação do gerenciamento de riscos impacta diretamente a segurança das edificações, pois permite antecipar possíveis problemas e implementar medidas preventivas antes que ocorram incidentes. 

Dessa forma, é um importante instrumento para prevenir acidentes, minimizar riscos e garantir a segurança das pessoas que frequentam a edificação. 

Entre as medidas que podem ser implementadas para gerenciamento de riscos em edificações estão a adoção de normas de segurança, treinamento de pessoal, instalação de sistemas de segurança e a implementação de planos de contingência.
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − sete =